Home / Destaque / A intervenção direta da alimentação no bem-estar pessoal

A intervenção direta da alimentação no bem-estar pessoal

A solução para atingir uma qualidade de vida elevada e melhorar a sensação de bem-estar e felicidade pode estar na alimentação “de verdade”.

A explicação é científica. Alguns alimentos têm o poder de aumentar nossa sensação de bem-estar, não só pelo sabor que agrada ao paladar. Mas porque possuem nutrientes capazes de aumentar a produção de dopamina, serotonina, endorfina e ocitocina. São eles os neurotransmissores responsáveis por isso.

Auxiliadores importantes nessas condições são, por exemplo, a vitamina B6, o ferro, magnésio e o ômega 3. Eles ajudam o corpo a produzir os neurotransmissores.

Muitos indivíduos sentem indisposição duradoura, desânimo, tristeza e não sabem o motivo ou o que pode fazer para melhorar. Manter uma alimentação saudável é essencial e pode amenizar estes quadros. Como também, a prática de atividade física.

A falta dos neurotransmissores acarreta inúmeras alterações em nosso cérebro, desde menores modificações à quadros clínicos graves, como a depressão.

Neurotransmissores são produzidos pelos neurônios, auxiliando o cérebro na realização de suas funções, transmitem os impulsos nervosos e causam as sensações de prazer e bem-estar.

Ação de cada neurotransmissor:

A dopamina é o neurotransmissor principal na regulação dos processos motivacionais. No transcorrer de circunstâncias agradáveis, a dopamina vai sendo liberada, estimulando impulsos nervosos; Sua função principal é ativar os circuitos de recompensa do cérebro, mas também desempenha outras funções menos conhecidas.

A serotonina é a responsável pela sensação de prazer e bem-estar. É um neurotransmissor (substância química do cérebro), que está envolvido em muitas funções vitais do corpo e é muito importante na regulação do humor e sono.

A endorfina tem uma potente ação analgésica e ao ser liberada estimula a sensação de bem-estar, conforto, melhor estado de humor e alegria. Ajuda a aliviar a dor e a induzir sentimentos de prazer e euforia. Além disso, promove um estado de relaxamento e reduz a fadiga.

 A ocitocina é encarregada de promover sensação de confiança, auxilia na criação de laços nos relacionamentos de modo geral. É produzida naturalmente pelo nosso organismo. A preparação do parto em mulheres é a forma mais conhecida, mas hoje se sabe que ao perceber sensações de toque, carinho, conforto nosso corpo fabrica ocitocina, seja em mulheres ou homens. Com relação ao peso, pesquisas recentes avaliam os possíveis efeitos da ocitocina em áreas do cérebro que controlam o apetite. Em um estudo com ratos de laboratório, injeções de ocitocina os fizeram comer menos e reduziram seu peso.

Alimentos que ativam os neurotransmissores

Alguns alimentos são essenciais para esse bem-estar que a comida tem o poder de provocar. As proteínas (ovos, carnes e leites/seus derivados), aveia, banana, vegetais com folhas escuras, oleaginosas, peixes e frutos do mar, pimenta, laranja, chocolate e mel.

Por isso, fique atento! Sua alimentação tem conexão direta em como você se sente ao longo do dia. A tristeza e o mau humor podem arruinar o seu sistema imune, provocar dores de cabeça e atrapalhar na perda de peso. Se alimentar de forma correta, aliada a atividades físicas regulares pode transformar sua vida e trazer mais felicidade e bem-estar.

Em caso de dúvidas, o ideal é procurar um nutricionista, profissional capacitado para auxiliar você. 

Texto: Sabrina Fortunato 

DEIXE AQUI SEU COMENTARIO

About Luiz Martins

x

Check Also

Sunset Select será neste sábado, adquira seu ingresso!

Sabe aquela festa incrível para você curtir com os amigos? – essa ...

Powered by Dragonballsuper Youtube Download animeshow