Home » Destaque » Dr. Alan Carlos alerta para prevenção contra doenças sexualmente transmissíveis

Dr. Alan Carlos alerta para prevenção contra doenças sexualmente transmissíveis

O clima de diversão da temporada de carnaval ressalta a importância da prevenção de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). O Médico Clínico Geral de Guaraí, Dr. Alan Carlos Machado Regino(CRM-TO 4599), alertou em entrevista ao SITE LUIZ MARTINS nesta sexta-feira, dia 09 de fevereiro – para as graves doenças que podem ser evitadas com o uso do preservativo.

De acordo com o médico, passado o período de folia são recorrentes no consultório casos eventuais de gonorreia que causam uretrite no homem e doença inflamatória pélvica na mulher. Além destas, o HPV, a Herpes e a sífilis são consideradas doenças comuns após o paciente ter relação sexual sem o uso de preservativo: “É de fundamental importância da camisinha, pois os casos de doenças após o carnaval é ALARMANTE no BRASIL, inclusive no TOCANTINS” – destacou

O Dr Alan ainda ressaltou que o despreparo e falta de prevenção no início da vida sexual tem preocupado o Ministério de Saúde, com os alarmantes casos de doenças sexualmente transmissíveis: “A preocupação deve existir no ano todo, mas no carnaval se intensificam as campanhas de prevenção a doenças sexualmente transmissíveis. Nos últimos anos temos observado que a população mais jovem está reduzindo o uso do preservativo”, alerta

Em entrevista o médico também alertou sobre o vírus da AIDS. De acordo com a pesquisa da Secretaria da Saúde do Tocantins – mais de 2,6 mil pessoas vivem com o vírus ou desenvolveram a doença no estado. Em 2017, foram aproximadamente 250 pessoas infectadas com o vírus; um novo caso surge a cada um dia e meio.

“Se uma pessoa teve uma relação sexual desprotegida em que suspeite de risco para o HIV, ela deve procurar um serviço de saúde até no máximo 72 horas após a relação. O cidadão pode buscar o atendimento numa emergência e o serviço é gratuito”, ressalta o médico.

Outra doença citada pelo doutor foi a gonorreia, causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae, que infecta sobretudo a uretra. O sintoma mais comum é a presença de corrimento na região genital, mas a infecção pode causar dor ou ardor ao urinar, dor ou sangramento na relação sexual e, nos homens, dor nos testículos. Destaca-se que a doença é típica da juventude brasileira, em relação à vida sexual com inúmeros parceiros.

“Uma pessoa infectada deve procurar um posto de saúde urgente. É uma doença que pode ser tratada com antibiótico – Quando não tratada, a infecção pode atingir vários órgãos, como o testículo, nos homens, e o útero e as trompas, nas mulheres, e pode causar infertilidade e complicações graves” – pontuou o profissional.

Segundo o médico, para a maioria das doenças, a proteção com a camisinha é bem eficaz. Entretanto, em casos de lesões, como HPV e outras doenças, que podem surgir em outras regiões além do pênis, como na virilha, região pubiana e na bolsa testicular, o preservativo não protege 100%.

Doença do Beijo:
A mononucleose, conhecida também como doença do beijo, é um vírus da família do Epstein-Barr (EBV), e é bastante comum na época do carnaval. Os principais atingidos são pessoas entre os 15 e os 25 anos e os sintomas mais comuns são febre, dor nas articulações e dor de garganta.

A doença do beijo, como explica o doutor, não tem um tratamento específico. O paciente deve ficar em repouso e se hidratar bem. Exames com profissionais da saúde são necessários para detectar a presença da mononucleose no corpo: “É um vírus que propaga-se facilmente, geralmente pode ser tratado pela própria pessoa, após um diagnóstico médico” – ressaltou.

Outros cuidados:

Ao final da entrevista, o profissional ainda pontuou a importância de uma alimentação regular, hidratação e cuidados com a saúde do corpo: “A hidratação é de extrema importância para todos os seres humanos, independente da faixa etária e biotipo físico. Uma alimentação saudável aliada a horas regulares de sono aumentam a imunidade do corpo, prevenindo doenças”

Perfil médico:
O Dr. Alan Carlos é formado em medicina pela Universidade Federal do Espírito Santo(UFES) e graduado em farmácia e bioquímica pela Escola de Medicina Santa Casa de Vitória(ES) com especialização também em medicamentos (farmacologia) pela UFES. O profissional já atuou como professor durante 10 anos na Universidade Federal do Espírito Santo em cursos pré-vestibulares.

Atualmente o profissional atende no espaço Lab.Vita, em frente à BRK ambiental – Centro Guaraí/TO.

DEIXE AQUI SEU COMENTARIO

About Luiz Martins

x

Check Also

Teto de loja de móveis e eletrodomésticos desaba em Araguaína

Parte do teto da loja Liliane ...

Presidente da ACIAG participa de reunião na sede da BRK Ambiental, em Guaraí

A presidente da Associação Comercial, Industrial ...

ARTIGO DE OPINIÃO: Eleições Suplementares

Por Cláudio Miranda Silva ​É bem verdade ...

João Cláudio Genu se entrega à Polícia Federal em Brasília após condenação na Lava Jato

O ex-assessor do Partido Progressista (PP) ...

Powered by Dragonballsuper Youtube Download animeshow