Home / Destaque / Em Guaraí, Escola Estadual José Costa Soares realiza ação para comemorar Dia da Consciência Negra

Em Guaraí, Escola Estadual José Costa Soares realiza ação para comemorar Dia da Consciência Negra

Mais do que nunca, em tempos de intolerância e discriminações, é fundamental celebrar o 20 de novembro (Dia da Consciência Negra). Isso é importante, não só para as pessoas que se definem como de cultura afrodescendente, mas para toda a sociedade brasileira. Com objetivo de promover e despertar a conscientização nos jovens – a Escola Estadual José Costa Soares em parceria com a Prefeitura de Guaraí, Secretaria de Assistência Social e Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), promoveram a culminância do projeto: “Guaraí é de todas as cores”.

Na abertura da programação, foi reforçado junto aos alunos que o ensino da cultura afro-brasileira e africana, além de conhecimento, permite a reflexão sobre as diferenças, mostrando que elas existem e são necessárias para que a população tenha diversidade cultural.

De acordo com os educadores da unidade, que fizeram parte do projeto – um dos objetivos é tentar abolir o preconceito, possibilitando aos alunos uma análise sobre suas ações em relação aos outros, de modo que prevaleça o respeito e a valorização de todas as etnias no contexto escolar.

Na ocasião os alunos participaram da apresentação de danças africanas, exposição de culinária, pinturas, textos, capoeira e desfile da beleza negra. 

Dia da Consciência Negra

O Dia da Consciência Negra é comemorado em 20 de novembro em todo o território nacional.

A data faz referência ao dia da morte de Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo de Palmares, que lutou para preservar o modo de vida dos africanos escravizados que conseguiam fugir da escravidão.

A importância da data está no reconhecimento dos descendentes africanos na constituição e na construção da sociedade brasileira.

Como surgiu?

Durante o governo Lula (2003-2010), a Lei nº 10.639 de 09 de janeiro de 2003, determinava a inclusão da temática “História e Cultura Afro-Brasileira” no currículo escolar. Nesse mesmo documento, ficou estabelecido que as escolas iriam comemorar a consciência negra: “Art. 79-B. O calendário escolar incluirá o dia 20 de novembro como ‘Dia Nacional da Consciência Negra’.”

No entanto, foi somente no governo de Dilma Rousseff e através da Lei nº 12.519 de 10 de novembro de 2011, que essa data foi oficializada.

Nesse documento foi criado o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, sem obrigatoriedade de que ele fosse feriado.

Zumbi dos Palmares

Popularmente chamado de Zumbi dos Palmares, ele foi o último dos líderes do Quilombo dos Palmares, localizado no atual estado de Alagoas, durante o período colonial.

Filho de africanos escravizados e nascido nesse quilombo, Zumbi foi educado por um Sacerdote e depois retornou ao seu local de nascimento. Ali, lutou para que o quilombo não fosse destruído pelos colonizadores que consideravam um perigo aquela reunião de negros libertos.

Em 1695, com 40 anos, Zumbi foi assassinado pelo capitão Furtado de Mendonça, a mando de Domingos Jorge Velho. Ele foi decapitado e sua cabeça levada para Recife onde ficou exposta em praça pública.

DEIXE AQUI SEU COMENTARIO

About Luiz Martins

x

Check Also

Estado destaca parceria com Apae e trabalho realizado pelo Centro de Reabilitação no Dia da Síndrome de Down

No dia 21 de março, é comemorado o Dia Internacional da Síndrome ...

Powered by Dragonballsuper Youtube Download animeshow