Home » Destaque » “O Tocantins e o Brasil que o Povo Quer” encerra primeira etapa por Paraíso e Mourão destaca necessidade de focar esforços em soluções ao estado

“O Tocantins e o Brasil que o Povo Quer” encerra primeira etapa por Paraíso e Mourão destaca necessidade de focar esforços em soluções ao estado

A primeira etapa de apresentação do programa “Tocantins e o Brasil que o Povo Quer” encerrou pela regional de Paraíso do Tocantins, neste domingo, 10. Com a presença do pré-candidato do Partido dos Trabalhadores ao governo do Estado,deputado Paulo Mourão, do presidente regional da sigla, deputado Zé Roberto e demais membros do PT no Tocantins, a atividade encerra um ciclo de visitas aos municípios tocantinenses que busca fomentar a participação da sociedade na elaboração das políticas públicas de estado a serem propostas pelo partido nas eleições de 2018 e passou por Augustinópolis, Araguaína, Guaraí, Dianópolis, Gurupi e Paraíso.

“Somente com a soberania popular, a participação plural da sociedade, discutindo os problemas enfrentados e apontando soluções, que vamos ter condições de alcançar o desenvolvimento sustentável e inclusivo”, pontuou Paulo Mourão ao ressaltar as potencialidades do Tocantins e a necessidade de estabelecer um canal de diálogo com a sociedade a fim de garantir a consciência cidadã e assim, no pleito do ano que vem, possa-se eleger pessoas compromissadas com o bem-estar de todos.

Ao lado de representantes dos municípios de Paraíso, Nova Rosalândia, Caseara, Abreulândia e Pugmil, Divinópolis e Araguacema, o pré-candidato petista ao governo do Tocantins destacou a importância de realizar um estrato social levantando as reais demandas da sociedade para se chegar a ações efetivas para atender ao povo. “É preciso organizar o setor produtivo em todos os seus eixos e trabalhar a economia para o bem comum. Não podemos deixar que a economia seja trabalhada como bem de mercado, servindo ao poder econômico. A economia precisa servir ao bem-estar do povo”, disse Mourão.

Ele lembrou que um bom exemplo do poderio econômico na contramão à vontade popular é a reforma da Previdência na forma como está proposta. “Essa é uma reforma que vai para os ombros do trabalhador e isso não podemos deixar acontecer. Precisamos sim fazer uma revisão, mas antes é preciso fazer uma análise profunda da Previdência e perceber, por exemplo, que grandes empresas devem R$ 480 bilhões a Previdência”, alertou o deputado.

A necessidade de encontrar soluções a um estado em que os governos não se preocuparam em buscar o desenvolvimento envolvendo a cidadania com agente ativo, foi o foco da fala do deputado estadual Paulo Mourão que destacou a importância de promover um levante popular para garantir que no Tocantins e no Brasil as políticas públicas voltem a ser destinadas prioritariamente ao cidadão e a cidadã.

“Não é a questão de eleger alguém como presidente, governador, deputado estadual ou deputado federal, mas da cidadania eleger a sua representação. É hora da cidadania se levantar. Não vamos mais permitir sermos enganados”, conclamou Mourão ao ressaltar a necessidade de elaborar e implantar políticas públicas que surjam do povo para o povo.

“Precisamos discutir o processo de desenvolvimento do Tocantins a partir da base social. É de fora para dentro que vamos trazer a solução. Os investimentos precisam ser qualificados”, avaliou o pré-candidato petista ao destacar que “na hora que integrar as ações públicas, o gestor precisa saber porque as famílias continuam pobres, é preciso fazer com que estas pessoas tenham condições iguais a começar pelo acesso à escola”.

Gestão eficiente

Para exemplificar, Paulo Mourão falou do retrato da educação em Paraíso considerado que onde 93% das crianças de 5 a 6 anos estão estudando, mas no ensino médio o número de jovens de 18 a 20 anos na escola cai para menos de 50%, ou seja, mais da metade deles não concluem o ensino médio. Demonstrando sua preocupação o deputado destacou a presença dos jovens de Paraíso do Tocantins no ensino superior que cai para 14,5%. “Falta investimento em Educação, falta investimento na qualificação do nosso professor e na qualidade do ensino como um todo e essa situação precisa mudar”, alertou.

Ao destacar a necessidade de priorizar áreas que dão qualidade de vida e condições de desenvolvimento da população, Mourão lembrou que hoje falta dinheiro para áreas como educação, saúde e segurança no Tocantins, mas os incentivos tributários, por exemplo, são concedidos sem um planejamento estratégico que impulsione o desenvolvimento regional. “O Tocantins tem mais de R$ 1 bi em incentivos tributários para empresas, as grandes empresas, que nem aqui tem sede, são lá de São Paulo, por isso é preciso fazer uma revisão e os incentivos serão dados para a agricultura familiar, para empresas que estão aqui no Tocantins, que geram emprego no Tocantins. Precisamos ainda rever a carga tributária e estimular o empreendedorismo”, propôs o pré-candidato do Partido dos Trabalhadores.

Para Mourão, outra política a ser priorizada é a de Saúde. “A saúde precisa funcionar, tenho que estimular que os municípios tenham o atendimento de qualidade e para conseguir é preciso valorizar o médico da família, ele precisa ganhar bem, construir laços com a comunidade, acompanhar e oferecer um atendimento de qualidade a cada cidadão”, apontou mourão ao ressaltar ainda a necessidade de integrar os postos de saúde em um sistema tecnológico de atendimento e trâmite de informações.

Tocantins e o Brasil que o Povo Quer

Para consolidar a pré-candidatura petista ao governo do Tocantins o deputado estadual e presidente do PT Tocantins, Zé Roberto, foi categórico ao afirmar a importância da caminhada apresentando o programa “Tocantins e o Brasil que o Povo Quer” pelo estado. “Nessa reunião discutimos a base do nosso plano de governo estadual com o nosso pré-candidato ao governo Paulo Mourão e ao mesmo tempo discutindo as bases para elaboração do plano nacional que é o Brasil que o Povo Quer com o presidente Lula”, explicou o deputado ao lembrar que “após este momento de interação e discussão democrática teremos condições de trabalhar os rumos que o Estado quer”.

Os debates por um novo programa para o Tocantins e para o Brasil passam pelas cidades de forma presencial, envolvendo os diretórios do Partido dos Trabalhadores e a sociedade como um todo. Um corpo técnico de mestrandos e doutorandos da Universidade Federal do Tocantins (UFT) acompanham as atividades e trabalham a consolidação de um relatório ao final da caminhada. A sociedade pode ainda dar sua opinião por meio da plataforma digital brasilqueopovoquer.org.br e assim contribuir para a elaboração de um plano estratégico de governo que atenda aos anseios reais da sociedade.

Foto:  Assessoria de Comunicação

DEIXE AQUI SEU COMENTARIO

About Luiz Martins

x

Check Also

Polícia Civil prende quatro pessoas suspeitas de comercializar drogas na região norte da Capital

A Polícia Civil, por meio da ...

Estudantes disputam finais das modalidades individuais dos Jogos Estudantis do Tocantins

Cerca de 700 alunos atletas disputam ...

Estado é condenado a pagar retroativo de data-base e progressões à servidora de Palmas

O Estado do Tocantins foi condenado ...

Ex-presidente da Câmera dos vereadores de Brejinho de Nazaré é condenado por improbidade administrativa

O vereador de Brejinho de Nazaré, ...

Powered by Dragonballsuper Youtube Download animeshow