Home / Destaque / Reeducandos da Cadeia Pública de Araguatins trabalham na revitalização de praças do município

Reeducandos da Cadeia Pública de Araguatins trabalham na revitalização de praças do município

Um projeto desenvolvido pela Cadeia Pública de Araguatins, em parceria com a prefeitura do município, tem possibilitado a 14 reeducandos, que cumprem pena no estabelecimento penal, a remição da pena por trabalho. Por mérito de bom comportamento, os apenados trabalham na revitalização das praças do município em ações que envolvem a limpeza e jardinagem dos espaços públicos.

Oficializada com o Poder Judiciário, a parceria permite que a cada três dias trabalhados, um dia seja subtraído da pena. O chefe de segurança, Adenilson Barros Nascimento, conta que os projetos são aclamados pelos reeducandos. “A maior parte deles quer trabalhar, remir a pena e ocupar o tempo ocioso. Logo, procuramos firmar essa parceria com a prefeitura para possibilitar o trabalho e a reintegração social, inclusive, a comunidade interage bastante e incentiva os reeducandos”, destaca.

Para o diretor da Cadeia Pública de Araguatins, Heberson Vieira de Sousa, a parceria é positiva para todos. “É uma via de mão dupla, pois nossos reeducandos têm contribuído bastante com o município, conseguem remir a pena e trabalhar em benfeitorias no que diz respeito à limpeza e zelo da coisa pública, sentem-se úteis e enxergam outros caminhos”, reforça o diretor.

“As parcerias com os municípios e outros órgãos garantem maior efetividade no cumprimento dos projetos executados pelos gestores das unidades prisionais, são essenciais para o melhor cumprimento das ações ressocializadoras propostas pelo Sistema Penitenciário do Estado do Tocantins [Sispen]”, destaca o superintendente, Orleanes de Sousa Alves.

Outros projetos

Outras atividades são desenvolvidas em parceria com a Prefeitura do município e outras instituições, como o Instituto Federal do Tocantins (IFTO) – Campus Araguatins, que desenvolve o projeto de uma horta. Adenilson explica que a horta surgiu a partir de um curso de formação continuada com certificação para os detentos, ofertado pelo IFTO como projeto de extensão acadêmica. “A prefeitura cedeu um terreno para implantar a horta e por meio da Secretaria Municipal de Governo e Relações Institucionais também ofertou uma caixa d’água com capacidade de três mil litros para fins de irrigação da horta”, disse.

A capacitação é ofertada constantemente aos reeducandos. Os vegetais e legumes produzidos também são comercializados pelos detentos. “A venda dos produtos da horta contribui na atenção de pequenos reparos e necessidades na unidade”, explica o chefe de segurança.

DEIXE AQUI SEU COMENTARIO

About Luiz Martins

x

Check Also

Arcos-íris realizam doação de ração para cães e gatos e instalam comedouros em Guaraí, Colmeia e Pedro Afonso

O filósofo alemão Arthur Schopenhauer destacou que: “A compaixão pelos animais está ...

Powered by Dragonballsuper Youtube Download animeshow